Numa sessão marcada por emoção o presidente da Câmara de São Leopoldo, vereador Ary Moura (PDT) entregou o título de cidadão leopoldense ao advogado Lauro Anschau, 80 anos. A solenidade ocorreu na noite de quarta-feira (24) e contou com a presença de familiares e amigos do homenageado, que nasceu na localidade de Joaneta, 2º Distrito de Nova Petrópolis, mas mudou-se para São Leopoldo em 1966, onde mantém escritório de advocacia até os dias de hoje.
A condecoração foi motivada em razão do trabalho social desenvolvido ao longo dos últimos anos por Anschau, que é fundador da Escola Cenecista no Bairro Rio dos Sinos. Um dos maiores incentivadores do canto coral, em 1968 ele criou o Coral Rio dos Sinos, mais tarde em 1973 criou o Coral da Sociedade Ginástica de São Leopoldo. Responsável pela difusão do movimento coralista no município, na região e no Estado, Anschau se destaca também como criador da Fundação Pró Música de Capão da Canoa.
Filho de uma família de mais 12 irmãos, Lauro Anschau é casado com Maria Clara Kotlinski, 78 anos. É pai de Silvia Regina, 55, Fernando Cesar, 50, e Patrícia, 44 anos. O advogado é descendente da terceira leva de alemães que chegaram no município em 1847, sendo que a família se estabeleceu em Pinhal Alto, em Nova Petrópolis. História que é contada no livro autobiográfico recentemente lançado – Entre Rosas e Espinhos.
Em seu discurso o vereador destacou a importância de Anschau para a Cultura de São Leopoldo. ‘’Sou defensor intransigente da cultura, e ele merece esse título pelos anos dedicados à arte e à cultura, sempre com muito amor. Já queria ter feito essa homenagem muito tempo antes, mas agora estamos fazendo justiça’’, sentencia.
Bastante emocionado pelo reconhecimento, Lauro Anschau propôs um pacto com o município. ‘‘Em primeiro lugar, focar no ensino infantil e juvenil. Em segundo lugar propiciar um curso profissionalizante aos professores amantes da música e da arte instrumental. Terceiro, promover eventos culturais e festivais de corais em caráter permanente, com ampla divulgação da imprensa. Quarto incentivar a criação de corais infantis e juvenis. Se o poder público se debruçar sobre a proposta, a comunidade leopoldense vai ser grata para sempre’’, enfatiza.

 

 

Notícias - Ver. Ary Moura - José Maria Rodrigues Nunes (MTB 8238/RS)

Sistema Legis

Fale Conosco

Rua Independência, 66 - Centro - CEP 93010-001
São Leopoldo / RS
Telefone: (51) 3579-9200
Horário: segunda à sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h30 às 18h.