A vereadora Iara Cardoso (PDT) protocolou neste 8 de março o projeto de lei que institui o dia Municipal da Fibromialgia. A partir de sua aprovação, a data de 12 de maio de cada ano passa a ser instituída como marco para a conscientização da luta contra a síndrome que acomete milhares de pessoas em todo o País. Também denominada de síndrome fibromiálgica, é uma síndrome dolorosa reumática e multifatorial que provoca um ligeiro aumento da tensão muscular, especialmente durante o seu uso excessivo ou impróprio.
De acordo com a proposta que deve tramitar pelas comissões da casa legislativa, se aprovada passa a constar no Calendário Oficial de Eventos do Município de São Leopoldo. Com isso o município por meio de suas Secretarias deverá promover a realização de palestras, debates, aulas e seminários de discussão para marcar a conscientização e divulgação de informações acerca da doença.
A pedetista propõe ainda que as empresas públicas, empresas concessionárias de serviços públicos e empresas privadas ficam obrigadas a dispensar, durante todo horário de expediente, atendimento preferencial aos portadores de Fibromialgia. Segundo Iara Cardoso, será permitido aos portadores da sindrome estacionar em vagas já destinadas aos idosos, gestantes e deficientes. ‘‘A identificação dos beneficiários se dará por meio de cartão e adesivo expedido pelo Executivo Municipal, por meio de comprovação médica’’, destaca.
A vereadora justifica que por se tratar de uma doença recém-descoberta, a comunidade médica ainda não conseguiu concluir quais são suas causas. Entretanto, já está pacificado que os portadores da citada enfermidade, em sua maioria mulheres, na faixa etária de 30 a 55 anos, possuem maior sensibilidade à dor do que as pessoas que não são acometidos por ela, em virtude de o cérebro dos doentes interpretarem os estímulos à dor de forma exagerada, ativando o sistema nervoso por inteiro. Ela cita como exemplo o caso da senhora da Vera Lucia Chiesa Eberle.
Conforme Iara Cardoso o projeto foi sugerido pela Associação Nacional de Fibromiálgicos e Doenças Correlacionadas – ANFIBRO. ‘‘Entendemos a importância e dessa forma se faz necessária a criação do Dia da Fibromialgia no intuito de esclarecer a população quanto à doença, sintomas e tratamentos bem com dispensar atendimento prioritário a fim de minimizar o sofrimento desses pacientes’’, finaliza.

 

Notícias - Ver.ª Iara Cardoso - José Maria Rodrigues Nunes (MTB 8238/RS)

Sistema Legis

Fale Conosco

Rua Independência, 66 - Centro - CEP 93010-001
São Leopoldo / RS
Telefone: (51) 3579-9200
Horário: segunda à sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h30 às 18h.