A Câmara de Vereadores se transformou em palco na noite de segunda-feira, durante a sessão que marcou a homenagem ao dia do músico, proposta pelo vereador Ary Moura (PDT). Diversos artistas dos mais variados gêneros foram destaque e mostraram que São Leopoldo respira cultura. Ao todo 16 músicos receberam certificados, enquanto o maestro Evandro Matté, diretor Artístico da OSPA (Orquestra Sinfônica de Porto Alegre) e da Orquestra Unisinos Anchieta e coordenador Cultural da Unisinos e do projeto social Vida com Arte recebeu uma placa alusiva a data.
Em seu pronunciamento o vereador destacou a satisfação de receber a todos para a comemoração. ‘‘Saúdo em especial todas aquelas pessoas que não importa o gênero musical que faz, o que importa é a expressão da sua inspiração, a sensibilidade para compor, arranjar, interpretar ou reger com amor a música que você faz para ser feliz e faz os outros felizes. Nossa homenagem é para todos os instrumentistas, percussionistas, cantores, compositores, regentes e todas as pessoas ligadas diretamente à música, de modo profissional ou amador’’, enfatiza. O vereador ainda cobrou mais investimentos para produção cultural e musical.
Conforme o vereador a cada R$ 1,00 investido em projetos culturais via Lei Rouanet, que se transformou em polêmica no Brasil, R$ 1,61 retorna ao Estado na forma de tributos. Esse impacto econômico não inclui os gastos diretos do público com transporte, alimentação, entre outros gastos. Ele aponta que os cálculos foram divulgados pelo economista Lauro Nobre da FGV, no Mercado das Indústrias Criativas do Brasil na semana passada. Quando incluídos os gastos com turismo, o retorno chega a R$ 13,00 por cada R$ 1,00 investido. ‘‘Então mais do que nunca digo a todos. Investir em cultura faz bem para todos’’, sentencia.
Para Evandro Matté, a cultura não pode estar excluída das prioridades. Ele destaca a importância dos governos em relação a segurança, saúde e educação, mas destaca que a cultura deve estar inserido nesse rol de prioridades. ‘‘Existe um equivoco nessa exclusão. A educação e a cultura devem caminhar junto, porque através da educação se obtém o conhecimento, enquanto a cultura da o discernimento sobre qual o melhor caminho a seguir’’, explica.
O maestro agradeceu e saudou todos os homenageados, destacando sua forte relação com São Leopoldo e a Unisinos. ‘‘Iniciei como músico da Orquestra e posteriormente acabei sendo convidado a retomar os projetos culturais da universidade’’, comenta Matté. Para ele a carreira na música deve ser vivida com muita paixão. A solenidade contou também com a presença do secretário de Cultura e Relações Internacionais, Pedro Vasconcellos, o diretor do Centro de Eventos Gilmar Pinto e o presidente do Fórum dos Músicos, Otávio Saldanha.

OS HOMENAGEADOS
Alan Moreira
Ângela Dillenburg
Antônio Siqueira
Diego Machado
Evandro Matté
Lê Vargas
Isolino Ferreira
Mateus Alves da Silva
Paulinho Trindade
Paulo Natureza
Paulo Silva do Sax
Raúl Quiroga
Richard Bartikoski
Silvio Caetano Flores
Vagner Triel
In memoriam:
Nelson Rosa
Paulo Pink

 

[Desativado] Notícias - Bancada PDT - José Maria Rodrigues Nunes (MTB 8238/RS)

Sistema Legis

Fale Conosco

Rua Independência, 66 - Centro - CEP 93010-001
São Leopoldo / RS
Telefone: (51) 3579-9200
Horário: segunda à sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h30 às 18h.