E mais uma proposição do vereador David Santos seguirá para a sanção do Executivo. É o projeto que cria o Dia Municipal de Combate ao Feminicídio, aprovado por unanimidade na sessão desta quinta-feira.

Com certeza, é preocupação de todos a violência que assola muitas cidades, o que se observa também por aqui.

Com relação às mulheres, então, os níveis estão assustadores. Segundo estatísticas realizadas na grande Porto Alegre, por exemplo, números extrapolam, sendo que em São Leopoldo a situação não é diferente.

O que o vereador David Santos propõe é uma data para reflexão e debates sobre um dos males mais assustadores de nossos tempos, marcado para 25 de novembro, o Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher.

Por que existe este dia internacional? As Mariposas, como eram conhecidas as irmãs Mirabal - Patria, Minerva e Maria Teresa - foram brutalmente assassinadas em 25 de novembro de 1960 na República Dominicana. Elas retornavam de Puerto Plata, onde seus maridos se encontravam presos. Foram detidas na estrada e assassinadas por agentes do governo militar, que simulou um acidente. O terrível assassinato gerou a revolta geral da comunidade nacional e internacional em relação ao governo dominicano, acelerou a queda do ditador Rafael Leônidas Trujillo e resultou nesta data para reflexão.

Nós acreditamos, nós construímos uma nova cidade.  

 

Notícias - Bancada PP - Rejane ()

Sistema Legis

Fale Conosco

Rua Independência, 66 - Centro - CEP 93010-001
São Leopoldo / RS
Telefone: (51) 3579-9200
Horário: segunda à sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h30 às 18h.