Preocupado com a situação financeira do Museu Histórico Visconde de São Leopoldo, que está de portas fechadas por falta de repasses do convênio da Prefeitura de São Leopoldo há pelo menos oito meses, o vereador Arthur Schmidt lançou uma campanha para ampliar o quadro de mantenedores e adicionou o seu nome na lista de apoiadores.

A ação, intitulada “Não Cale a Memória” busca novos sócio mantenedores para o Museu. “O objetivo é atingir empresas e pessoas que possuem relação com a história de São Leopoldo e valorizam a nossa memória, uma vez que o Museu é um guardião de fotos e objetos que retratam a vida dos nossos antepassados”, salienta o vereador Arthur Schmidt. Para divulgar a campanha, Arthur deu início a uma série de vídeos e juntamente com a equipe do seu gabinete está em contato direto com futuros apoiadores.

Com apenas R$ 10, 15, 20 ou 25 reais mensais qualquer pessoa já ajudando a manter a nossa memória. O recurso é recolhido diretamente pelo Museu, que hoje tem um custo mensal de manutenção de R$ 18 a R$ 19 mil.

 

Sobre o Museu

O Museu Histórico Visconde de São Leopoldo foi fundado em 20 de setembro de 1959, idealizado pelo professor e historiador Telmo Lauro Müller, uma das principais referências da época sobre os estudos da colonização alemã no Brasil. Sua fundação teve a colaboração de dez municípios da região que tiveram a presença da colonização alemã: São Leopoldo, Novo Hamburgo, Campo Bom, Sapiranga, Taquara, Rolante, Montenegro, São Sebastião do Caí, Feliz e Nova Petrópolis.

O Museu é uma entidade cultural privada, sem fins lucrativos, mantido por uma associação de amigos. Seu acervo é formado por louças, móveis, instrumentos musicais, bandeiras de antigas sociedades, medalhas, alvos do tiro-ao-alvo, livros, jornais, documentos e fotografias. Apesar de o enfoque principal ser a imigração alemã, o museu abriga importante acervo bibliográfico sobre a história do Rio Grande do Sul e do Brasil, além de possuir um setor de Genealogia diversificado, que oferece ao visitante curioso ou pesquisador, independente da sua origem étnica, a possibilidade de desvendar as suas raízes.

Outra campanha

Além da ação em prol do Museu Histórico, Arthur Schmidt está desenvolvendo paralelamente uma campanha para atrair recursos ao Hospital Centenário.

Notícias - Bancada PMDB - MARCOS JORGE DOS SANTOS ()

Sistema Legis

Fale Conosco

Rua Independência, 66 - Centro - CEP 93010-001
São Leopoldo / RS
Telefone: (51) 3579-9200
Horário: segunda à sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h30 às 18h.
Em virtude do processo eleitoral, entre os dias 03/09 até o dia 15/10 os horários dos expedientes serão das 8:00 hrs às 14:00 hrs