170 Anos

Em meio à enorme crise financeira que vive o Hospital Centenário de São Leopoldo, a instituição de saúde perdeu, nesta última semana, uma emenda parlamentar no valor de R$ 200 mil, recurso que serviria para dar um alívio emergencial às contas. O recurso foi captado pelos deputados federais José Fogaça (PMDB) e Giovani Feltes (PMDB). Desde o começo do ano, a direção do Hospital é alertada pelo vereador de São Leopoldo, Arthur Schmidt, sobre a importância de realizar esse cadastramento.

Além de encaminhar ofícios, o tema foi apresentado por Arthur diversas vezes na tribuna da Câmara de Vereadores de São Leopoldo e o próprio prefeito chegou a agradecer o esforço utilizando o mesmo espaço. “É um descaso com quem depende da saúde pública no município. Abandonar a vinda de um recurso tão importante, apenas porque é captada por um deputado de oposição. E agora? Vão dizer que a culpa é do Estado?”, questiona o vereador.

Cadastramento

O primeiro prazo para se cadastrar encerrou em 30 de março e, posteriormente, se estendeu até 25 de abril. São Leopoldo aguardou até o último dia, 30 de novembro, para realizar o seu cadastro.

Perda da emenda

A partir desta data foram necessárias algumas diligências, a pedido do Ministério da Saúde, que não foram atendidas pela gestão do HC. Diante do descaso, o deputado federal José Fogaça aguardou até o último dia e precisou remanejar a destinação para não perder o recurso.

Para o vereador, o governo municipal tem a intenção de transformar o Hospital Centenário em um postão de saúde. “Querem promover um cenário de caos, descaracterizando os serviços e repassando a culpa da falta de habilidade em gestão de um hospital municipal ao Governo do Estado”, conclui Arthur.

Notícias - Bancada PMDB - MARCOS JORGE DOS SANTOS ()

Sistema Legis

Fale Conosco

Rua Independência, 66 - Centro - CEP 93010-001
São Leopoldo / RS
Telefone: (51) 3579-9200
Horário: segunda à sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h30m às 18h.