170 Anos

Merendeiras e serventes terceirizadas que atuam na rede municipal de Educação de São Leopoldo estão sem salário. O grupo de mulheres pediu ajuda na tribuna popular ontem, dia 10, na Câmara de Vereadores. As mulheres são ligadas à empresa CRV, contratada pelo atual governo municipal em substituição a empresa JOB, cujo contrato foi interrompido pela administração, em agosto.

“O atual governo interrompeu o contrato com a JOB alegando que a empresa não pagava salário dos empregados e contratou a CRV que já no primeiro mês não cumpre com o básico, que é o salário, e além disso, não atende a legislação trabalhista pois as serventes e merendeiras estão trabalhando sem carteira assinada. O governo municipal corre o risco de arcar com o custo trabalhista”, criticou o vereador Arthur Schmidt (PMDB).

Para o peemedebista, novamente fica comprovado que o discurso é diferente da prática. “Por diversas vezes chamei atenção nessa tribuna sobre as terceirizadas, porém, a resposta vinha em forma de críticas e acusações sobre contrato superfaturado do governo passado, entre outras coisas”, disse Arthur na tribuna.

“Fui secretário de educação no governo que todo mundo fala mal. Porém, naquele governo que fui secretário, professor nunca precisou lavar banheiro, professor nunca precisou fazer merenda. O que falta no atual governo é gestão pública. Fala-se uma coisa e a prática é outra”, discursou o vereador Arthur.

R$ 200 mil para o Centenário

Arthur Schmidt também falou sobre a emenda parlamentar de R$ 200 mil para o Hospital Centenário, articulada por ele junto aos deputados federais Giovani Feltens (atual secretário estadual) e José Fogaça, ambos do PMDB. “Insisti muito para que o governo cadastrasse o projeto e agora o prazo para que a equipe do Centenário passe informações à União encerra sexta-feira, dia 13. Se esse prazo não for cumprido, o dinheiro não vem. Espero que isso não aconteça”, alertou o vereador Arthur Schmidt.

Notícias - Bancada PMDB - Sonia Bettinelli ()

Sistema Legis

Fale Conosco

Rua Independência, 66 - Centro - CEP 93010-001
São Leopoldo / RS
Telefone: (51) 3579-9200
Horário: segunda à sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h30m às 18h.