170 Anos
A vereadora Ana Affonso (PT) esteve na Assembléia Legislativa, na terça e na quarta-feira, dias 8 e 9 de agosto, para divulgar a audiência pública que vai debater a situação financeira do Hospital Centenário, que será realizada na próxima segunda-feira, dia 14 de agosto, na Câmara Municipal de Vereadores de São Leopoldo, a partir das 18 horas. A realização da audiência pública é uma iniciativa do mandato da vereadora Ana Affonso. Além dos deputados estaduais, a líder do Governo Vanazzi esta mobilizando os partidos e as principais lideranças políticas da região, bem como deputados federais, entidades governamentais e as prefeituras dos 15 municípios que utilizam os serviços de oncologia e neurologia.
 
“O Centenário vive uma situação financeira dramática e é preciso somar esforços com todas as forças políticas, para, conjuntamente, construirmos uma unidade em defesa do Hospital Centenário”, observou Ana Affonso. O objetivo, segundo ela, é ampliar a participação da sociedade em relação à realidade do Hospital Centenário e conquistar o apoio financeiro parte do Governo do Estado. “Nossa intenção é manter o Centenário aberto, realizando os serviços de referência para os municípios da região e este é um desafio assumido pelo prefeito Ary Vanazzi, que também participará da audiência pública”, explicou a vereadora.
 
Ana Affonso esteve na Assembléia Legislativa, na terça-feira, dia 8 de agosto, durante a reunião de líderes das bancadas, ocasião em que conversou com a maioria das lideranças partidárias e com deputados com base eleitoral na região.“Além dos companheiros Edegar Pretto (PT), presidente da Assembléia Legislativa; e Altemir Tortelli (PT), presidente da Comissão de Saúde; fiz contato com a Manuela D’Ávila (PCdoB), Lucas Redecker (PSDB), Gérson Borba e João Fischer (PP), Juvir Costella (PMDB), Eduardo Loureiro (PDT), Sérgio Peres (PRB), Elton Weber (PSB) e Nelsinho Metalúrgico e Tarcísio Zimmermann (PT), informou a vereadora.
 
Atualmente, o Hospital Centenário tem um custo mensal de R$ 9 milhões e o município recebe repasse de R$ 2,3 milhões da União e de apenas R$ 230 mil do governo estadual. A Prefeitura arca com cerca de R$ 6 milhões e São Leopoldo é a única cidade gaúcha que aplica 41% em saúde pública.
 

Notícias - Bancada PT - Alexandre Costa (MTB 7587/RS)

Sistema Legis

Fale Conosco

Rua Independência, 66 - Centro - CEP 93010-001
São Leopoldo / RS
Telefone: (51) 3579-9200
Horário: segunda à sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h30m às 18h.