Aviso Importante
“Agora me considero como a verdadeira dona da minha casa. Não é apenas um papel assinado, é a realização de um sonho de quem sempre morou de aluguel”, definiu Jaqueline Oliveira, moradora do condomínio Santa Maria, no bairro Campina. Ela integra uma, das 196 famílias que receberam da Prefeitura de São Leopoldo, através da Secretaria Municipal de Habitação (Semhab), os contratos de compra e venda com a Caixa Federal.

A solenidade de assinatura e entrega da documentação ocorreu na noite de quarta-feira, 4 de julho, no Centro Social do empreendimento, na rua Caibaté s/nº. Todo custeio da parte burocrática ficou a cargo da instituição financeira. As moradias fazem parte do programa Minha Casa, Minha Vida. O documento tem a mesma força legal de escritura pública e serve para que os mutuários dos empreendimentos consigam, no registro de imóveis, uma matrícula atualizada já em seu nome. Além disso, a Semhab já encaminhou uma lista com todos os beneficiários para o setor de cadastro técnico onde ficam como responsáveis pelos imóveis.

O prefeito Ary Vanazzi, destacou que o documento é uma segurança para poder investir em melhorias nas residências. Também alertou para a comercialização irregular de unidades habitacionais com financiamento pela Caixa Federal. “O direito à moradia de papel passado, segura e registrada em cartório, é o direito a ter um CEP - a identidade do seu lar -, deixar a casa de herança para os filhos. É a garantia de estar inserido na cidade de forma legal, com organização e justiça social. Não percam essa oportunidade, não entreguem seus patrimônios nessa oportunidade única, pois quem já recebeu sua casa fica cadastrado e não poderá participar de outros projetos de moradia.”, afirmou o prefeito.

O secretário municipal de Habitação, Nelson Spolaor, aproveitou o encontro para convidar os moradores para o Fórum de Condomínios, que ocorre sempre na primeira quinta-feira de cada mês, no Centro Administrativo. “Nós temos, de acordo com dados da Semhab, três mil pessoas residindo  nos condomínios populares de São Leopoldo, todos com demandas parecidas em questões de infraestrutura e segurança. “Uma vez por mês debatemos formas de melhorar o espaço de convívio. A partir disso, vamos conversar com os bancos, administradoras prediais e com a área de segurança de forma coletiva para buscar soluções. A entrega das escrituras é parte desse processo”, destacou Spolaor.
 

Notícias - Ver. Dudu Moraes - Alexandre Costa (MTB 7587/RS)

Sistema Legis

Fale Conosco

Rua Independência, 66 - Centro - CEP 93010-001
São Leopoldo / RS
Telefone: (51) 3579-9200
Horário: segunda à sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h30 às 18h.