170 Anos

A vereadora Ana Affonso (PT) participou do XIII seminário da Rede Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual contra a Criança e o Adolescente,  realizado nesta quinta-feira, 18 de maio, no auditório do Colégio São Luís, em São Leopoldo. A décima terceira edição do seminário abordou a temática “Esquecer é permitir, lembrar é combater”. Durante o evento, ocorreu a assinatura do termo de compromisso referente ao Plano Municipal de Enfrentamento.

Ana Affonso alertou para a importância da escola, no sentido de proporcionar uma educação de qualidade e com espaço para a discussão de temas relacionados à sexualidade. “A questão da sexualidade deve estar presente também na discussão educativa, mas infelizmente alguns setores mais conservadores confundem a educação sexual e consideram que este tema não deve estar presente para determinadas faixas etárias, o que seria, inclusive, um incentivo”, alertou a vereadora.

A líder do governo Vanazzi na Câmara Municipal disse que é preciso incluir essa discussão na temática educativa, respeitando a metodologia aplicada de forma diferente para crianças, adolescentes e adultos. “O maior desafio é quebrar este conceito, porque a sociedade, de forma hipócrita, tem nos privado de fazer esta discussão dentro da escola”,  ponderou .

O prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi, fez referência ao momento político e econômico do país. “Estamos vivendo um momento dramático, com a desestruturação econômica e estrutural das políticas públicas”, afirmou o prefeito. Vanazzi ressaltou a importância do estado na construção das políticas e públicas, mesmo frente as grandes dificuldades. “Tive uma experiência de oito anos e quando saímos da prefeitura me orgulhava do havíamos construído, de forma coletiva, seja em relação às decisões e aos conceitos, quanto das políticas que foram executadas em São Leopoldo”, relatou o prefeito.

18 de Maio – O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi instituído em 2000, pela lei federal n° 9.970. Essa data foi escolhida em razão do crime que comoveu toda a nação brasileira em 1973, o Caso Araceli, em que uma menina de oito anos de idade foi cruelmente assassinada após ter sido violentada em Vitória, no Espírito Santo.


Sobre a Rede


Desde 2003, a Rede Municipal de Enfrentamento à Violência Doméstica e Sexual contra a Criança e o Adolescente de São Leopoldo promove encontros com o poder público e sociedade civil para debater o tema da violência contra a criança e o adolescente, buscando encontrar ações de enfrentamento e prevenção.


Os encontros da Rede ocorrem mensalmente, na terceira quinta-feira do mês. No primeiro semestre o local será no CREAS, já no segundo será em uma instituição da sociedade civil.

Notícias - Bancada PT - Alexandre Costa (MTB 7587/RS)

Sistema Legis

Fale Conosco

Rua Independência, 66 - Centro - CEP 93010-001
São Leopoldo / RS
Telefone: (51) 3579-9200
Horário: segunda à sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h30m às 18h.