Líder comunitário Nelson Nör recebe o título de cidadão leopoldense

Líder comunitário Nelson Nör recebe o título de cidadão leopoldense

 

A bancada do Partido dos Trabalhadores (PT), através dos vereadores Carlinhos Fleck, Luiz Castro e Nestor Schwertner, realizaram Sessão Solene de entrega do título de cidadão leopoldense, ao líder comunitário Nelson Nör. "O movimento popular não é de um só, e sim um grupo que se dedica. O reconhecimento ao movimento popular é algo que todos deveriam receber", ressaltou o senhor Nelson Nör, após receber a sua homenagem.

Nelson nasceu em 11 de dezembro  de 1951, na cidade de Potreiro Novo, distrito de Tainhas São Francisco de Paula. 

Em maio de 1974, mudou-se para São Leopoldo, onde começou a trabalhar como metalúrgico, até os dias de hoje.  Concluiu o Ensino Fundamental na Escola Estadual Visconde de São Leopoldo e o ensino Médio na Escola Vila Lobos.

Neste período o mesmo fez alguns cursos; Urbanismo e Meio Ambiente na Metroplan, para elaborar planos diretos; agente de saúde; curso de soldas e outros, além da formação política com a fração operariam “socialismo significativo”.

Em julho de 1974, iniciou sua trajetória nos  movimentos comunitários no bairro Santa Tereza, a convite de seu colega de serviço Oscar da Rosa. Acompanhou a luta por melhorias das ruas da Vila Duque Nova, na gestão do Prefeito Enrique da Costa Prieto. Participou vários movimentos para tomar conhecimentos das necessidades da região.

Segundo a gestão do governo Olimpio Albrecht, no bairro Vila Duque Nova, organizou o movimento para conquistar o que é de direito, para a comunidade, ou seja, "ruas abertas com saneamento básico, conforme manda as nossas leis", como diz. 

Nessa luta se associou com nós o deputado Ivo Mainardi e o representante da Associação da CEEE Antonio Barbedo, numa ação prolongada que resultou na conquista das redes instaladas de água e luz em toda a região do Bairro Vila Duque Nova. Melhorias na Escola Amadeu Rossi para conclusão do Ensino Fundamental e posteriormente a ampliação para o a conclusão do Ensino Médio, mais de quinhentos moradores apoiaram e fortaleceram o movimento.

Associação da Vila Kenndy, foi fundada pelo morador Nelson Nor, como presidente do movimento da entidade. Em questão educacional e defesa aos moradores da área verde Kennedy e Monte Claro, que haviam recebido ordem de despejo com o prazo de três dias, revertido graças a defesa feita pela associação da Vila Kenndy, do Bairro Duque de Caxias com o assessoramento dos advogados da FRACAB.

Havia a questão dos alagamentos, devido a falta de disques na cidade, analisaram várias alternativas para construir novos disques, sempre pensando na conservação dos peixes. Em 1980 participou da fundação da Associação da Vila Paula Conto. Neste ano participou na UAB como tesoureiro e dois anos após entregou a tesouraria a entidade equipada com recursos financeiros. Participou da secretaria da associação do Bairro Duque de Caxias, com a ideia de construir a creche Ipê Amarelo, onde antigamente era o  colégio Amadeu Rossi  e hoje é a escola de ensino infantil Ipê Amarelo.

Em 1990 participou como assessor a fundação das associações do Iriapura dois. Como coordenador do departamento de urbanismo e meio ambiente da UAB, conseguiu impedir a destruição numa parte do banhado do Rio dos Sinos e do bairro Independência.

Em 2010 participou do movimento a favor das escolas infantis, fez parte da comissão comunitária em prol a escola técnica agrícola aprovando em parceria com o estado no governo do Tarso, com a prefeitura na gestão Vanazzi,  ficando a cargo do município o aterro e do Estado a construção e funcionamento da escola agrícola. As escolas infantis ficaram prontas no final sua gestão. Pelo intermédio do comitê patrocinado pela FRACAB, criaram o programa do movimento popular na rádio Progresso de São Leopoldo. Apresentado por Olmi Klippe, Nelson Nor e Farias de Vargas, a rádio foi crescendo e os ouvintes faziam suas reclamações e querendo uma cidade melhor.

A associação do Bairro Independência foi fundada pelo Nelson Nor, através desta associação foi se buscando melhorias ao bairro, como paradas de ônibus, creches, posto de saúde, posto de polícia, pavimentação nas ruas, cementérios, construção de novas casas e escolas de primeiro e segundo grau.

Nelson Nör tem uma história de luta, sempre preocupado com o bem-estar de sua comunidade e de paixão por São Leopoldo. Por tudo isso, Nelson Nör agora é cidadão leopoldense.